Waiting On Wednesday #3

Hello, everyone!
It’s Wednesday again, so let’s go to the book that I’m most excited about the release.

28421168.jpg

 
AUTHOR: Marissa Meyer
TITLE: Renegades
PAGES: 416 pages
PUBLISHER: Feiwel & Friends
RELEASE DATE: 7th November, 2017
PRE-ORDER: Amazon

 

SYNOPSIS:
Secret Identities.
Extraordinary Powers.
She wants vengeance. He wants justice.

The Renegades are a syndicate of prodigies—humans with extraordinary abilities—who emerged from the ruins of a crumbled society and established peace and order where chaos reigned. As champions of justice, they remain a symbol of hope and courage to everyone…except the villains they once overthrew.

Nova has a reason to hate the Renegades, and she is on a mission for vengeance. As she gets closer to her target, she meets Adrian, a Renegade boy who believes in justice—and in Nova. But Nova’s allegiance is to a villain who has the power to end them both.

WHY AM I WAITING?
Now, I need to be honest with you guys. I’ve only read one book by Marissa Meyers and that was “Cinder“. It’s been a long time and I enjoyed the book, but haven’t bought the sequels yet.
I’m curious and I constantly see amazing reviews about “The Lunar Chronicles”. I don’t know why I haven’t finished the series yet. I really liked of “Cinder” though.
I like the author’s writing and this new book sound really good.
Plus, I absolutetly love characters with powers. This one should be amazing as well, so I can’t wait to have my own copy.

Cinder

DSC04109

Título: Cinder (As Crônicas Lunares #1)
Autor: Marissa Meyer
Editora: Rocco
Páginas: 448
Onde Comprar: Saraiva | Amazon | Submarino | Americanas
Nota: 4 estrelas

Sinopse:

Seres humanos e androides lotam as ruas barulhentas de New Beijing. Uma praga mortal assola a população. Do espaço, um povo lunar implacável assiste, esperando para fazer seu movimento. Ninguém sabe que o destino da Terra depende de uma garota.
Cinder, uma mecânico talentosa, é um cyborg. Ela é um cidadã de segunda classe com um passado misterioso, maltratada por sua madrasta e culpada pela doença da irmã. Mas quando sua vida se entrelaça com o belo príncipe Kai, de repente ela se encontra no centro de uma luta intergaláctica, e uma atração proibida. Preso entre dever e liberdade, lealdade e traição, ela deve descobrir segredos sobre seu passado, a fim de proteger o futuro de seu mundo.

Eu estava ansiosa para conhecer esta história, porém eu iniciei a leitura sem muitas expectativas. Para a minha surpresa, o enredo conseguiu chamar a minha atenção logo nos primeiros capítulos ao introduzir uma doença misteriosa; a letumose.

Esta é a minha primeira experiência com um livro sobre ciborgues e adorei.
Eu esperava algo totalmente diferente do que li. “Cinder” não é um simples reconto de Cinderela. É uma história bem elaborada, cheio de elementos futurísticos, personagens bem detalhados com um papel importante na vida de Cinder, possui um contexto cativante e um ritmo excelente com a mudança de narração entre Cinder e o príncipe Kai.
A protagonista é muito bem construída. Ela é engraçada, complexa, usa ironia para se proteger, e apesar de ser uma ciborgue, Cinder demonstra ter mais sentimentos que os humanos ao seu redor.

– Falando em cirurgia nos olhos, você sabe que não tem dutos lacrimais?
– O quê? É mesmo? E eu pensei que era apenas insensível.

Eu gostei de vários aspectos, e outros me deixaram intrigada. Desde o começo, o leitor consegue pegar algumas pistas, o que acaba tornando a história muitas vezes previsível.
As mudanças que a escritora fez em Levana, na minha opinião, tirou parte da ação que o enredo poderia ter. A lunar, definitivamente, não é a vilã que eu esperava. Adri, contudo, ocupa perfeitamente bem este papel.

Por fim, a história começa falando sobre a doença que já matou diversas pessoas, e o assunto é tratado em boa parte do livro. E do nada, se encerra sem conclusão.
O último capítulo não me deixou curiosa para saber, de imediato, o que acontece em seguida, porém creio que Scarlet vai ser ainda melhor que Cinder. Estou ansiosa para saber se a história vai continuar de onde parou, ou se a sequência vai ser focada em outro conto.


Synopsis:

Humans and androids crowd the raucous streets of New Beijing. A deadly plague ravages the population. From space, a ruthless lunar people watch, waiting to make their move. No one knows that Earth’s fate hinges on one girl.
Cinder, a gifted mechanic, is a cyborg. She’s a second-class citizen with a mysterious past, reviled by her stepmother and blamed for her stepsister’s illness. But when her life becomes intertwined with the handsome Prince Kai’s, she suddenly finds herself at the center of an intergalactic struggle, and a forbidden attraction. Caught between duty and freedom, loyalty and betrayal, she must uncover secrets about her past in order to protect her world’s future.

I was excited to know this story, but I started reading without expectations. To my surprise, the plot caught my attention in the first few chapters when introduced a mysterious disease; the letumose.

This is my first experience with a book about cyborgs and I loved.
I expected something totally different from what I’ve read. “Cinder” is not a simple retelling of Cinderella. It is a well-crafted story, full of futuristic elements and detailed characters with an important role in the life of Cinder, a captivating context and an excellent pace with changing narration between Cinder and Prince Kai.
The protagonist is very well built. She’s funny, complex, uses irony to protect herself, and despite being a cyborg, Cinder demonstrates more feelings than the humans around her.

Speaking of eye surgery, do you realize you’re missing tear ducts?
What? Really? And I thought I was just emotionally withdrawn.

I liked of many aspects and others leave me intrigued. From the beginning, the reader can pick up some clues, which ultimately makes the story predictable sometimes.
The changes that the writer did in Levana’s story, in my opinion, took part of the action that the plot could have. The lunar is definitely not the villain I expected. Adri, however, takes up quite well this paper.

Finally, the story begins talking about the disease that has killed several people, and the subject is treated almost in the whole book. And out of nowhere ends inconclusively.
The last chapter didn’t left me curious to know, instantly, what happens next, but I believe that Scarlet will be even better than Cinder. I am excited to know whether the story will continue where left off or if the sequence will be focused on another story.

Maratona Literária de Carnaval

DSC03922

Oi pessoal! Como vocês estão? Espero que bem e aproveitando este feriado prolongado de Carnaval.
Se você, assim como eu, não curte muito essa época ou não vai à lugar algum, pode aproveitar o tempo livre para colocar as leituras em dia.
O objetivo é ler o máximo de livros que conseguir, nem que seja um. O mais importante é relaxar na companhia de um bom livro!

Esta é a minha lista com suas respectivas sinopses e link do Goodreads:

O Livro Das Princesas:

As mais populares autoras contemporâneas norte-americanas, Meg Cabot (Diário da Princesa e A Mediadora) e Lauren Kate (Fallen), se unem às brasileiras e igualmente bem-sucedidas, Paula Pimenta (Fazendo Meu filme) e Patricia Barboza (As Mais) em uma coletânea que reinventa contos de fadas clássicos e traz para a realidade das crianças e jovens de hoje em dia. Uma Cinderela DJ, uma Rapunzel popstar, a Fera se apaixona por uma supermodelo, e existem unicórnios na história da Bela Adormecida.

A Rainha Vermelha:

O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe — e Mare contra seu próprio coração.

Cinder:

Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, “Cinder” é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica.

Eu creio que estes livros são leituras bem rápidas e envolventes, portanto, as chances de eu conseguir terminar pelo menos dois deles, é alta.
Você também vai aproveitar o feriado para ler? Me fale qual é a sua lista! Talvez eu me interesse e acrescente na minha TBR.


Hey guys! How are you? I hope you’re having a lovely weekend.
It’s Carnival in Brazil and there’s a lot of people that don’t like the festivities or don’t have a place to go on these coming days. So, it’s time to catch up on our reading!
The objective is to read as much as you can.
The most important thing is to relax with the company of a good book!

This is my small TBR list for the Carnival read-a-thon:

I’m so excited! I’ve heard amazing things about these books. I hope I can finish at least two of them till Wednesday.
There’s no problem if you’re not brazilian and want to participate. You just have to keep reading and reduce your TBR list. Good luck!