“Para Todos os Garotos Que Já Amei” Ganhará Filme

Olá, leitores!
Eu estava navegando pela internet e me deparei com esta notícia: “Para Todos os Garotos Que Já Amei” da Jenny Han, finalmente, ganhará uma adaptação cinematográfica!
Corri para confirmar a notícia e procurar por mais informações.
Descobri que as filmagens já estão acontecendo desde o começo deste mês, em Vancouver, e que o elenco já foi escalado.

Para Todos os Garotos Que Já Amei” é o primeiro livro de uma trilogia, e todos os livros já foram traduzidos e lançados aqui no Brasil pela Editora Intrínseca.

25449676.jpg

SINOPSE:
Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.

Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

De acordo com a página no IMDB, estes são os atores já escalados no elenco:

Lara Condor como Lara Jean Covey
Janel Parrish como Margot Covey
Anna Cathcart como Kitty Covey
Noah Centineo como Peter Kavinsky
Israel Broussard como Josh Sanderson
Andrew Bachelor como Greg
John Corbett como Dr. Covey
Entre outros..

Lara Condor é mais conhecida por seu papel em X-Men: Apocalipse como Jubilee. Assim como Janel Parrish é conhecida pelo seu papel de Mona, em Pretty Little Liars.

O filme ainda não tem data de estreia. Porém, a autora está atualizando seu Twitter com novidades e fotos das gravações; como estas:

2560x1440-white-solid-color-background.jpg

Estou muito ansiosa pela adaptação. Creio que será tão fofo e incrível quanto os livros.
Quem mais está animado com a notícia?

Um Mais Um (The One Plus One)

IMG_8695.JPG

Título: Um Mais Um
Autor: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Onde Comprar: Saraiva | Amazon | Submarino | Americanas
Nota: 5 estrelas

Sinopse:

Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou.
Fazendo faxinas de manhã e trabalhando como garçonete em um pub à noite, Jess mal ganha o suficiente para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos. Jess está muito preocupada com o sensível Nicky, um adolescente gótico e mal-humorado que vive apanhando dos colegas. Já Tanzie, o pequeno gênio da matemática, tem outro problema: ela acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas como eles farão para chegar lá?
Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de praia por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista. Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em casa, em segurança. Em parte agradecido, mas principalmente para escapar da pressão dos advogados, da ex-mulher e da irmã — que insiste em que ele vá visitar o pai doente —, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio.

Eu adorei esse livro! Cada capítulo é narrado por um personagem (Jess, Nick, Tanzie e Ed), tornando a história mais dinâmica e motivadora. A cada capítulo lido, desperta no leitor a urgência de saber o que ocorre em seguida. Enquanto eu lia os desastres que aconteciam com essa família, eu sempre lembrava de “Perdido em Marte”. Um problema atrás do outro, mas assim como Mark Watney, a Jess sempre consegue dar o seu jeito.

O livro foca muito na questão de dificuldades, tanto familiar, financeira e no trabalho; ainda mais se você é mãe solteira.
Jess não tem ninguém para ajudá-la com as crianças ou com o pagamentos das contas já vencidas. Ela tem vários empregos e faz de tudo para economizar.
Certo dia, uma possível solução para todos os seus problemas surge. Tanzie é um gênio e tem a oportunidade de estudar em um dos melhores colégios, se ela passar em um teste. Sem dinheiro algum para fazer esta longa viagem, Jess se desespera e comete alguns erros.
Quando parece que tudo está perdido, Ed, um de seus clientes de faxina, aparece e oferece uma carona. Mesmo intrigada e duvidosa, ela aceita, e todos partem em um viagem de carro que dura dias. Ao longo desta viagem, vários desafios vão surgindo e os personagens vão se transformando; amadurecendo.

O livro retrata diversos assuntos, tais quais, traição, amizade, família, problemas em geral e principalmente, a generosidade de desconhecidos.
A protagonista, apesar de todas as diversidades, não se deixa abater e continua lutando. Ela é perseverante e positiva. Um pequeno obstáculo não consegue fazê-la parar de seguir seu caminho e lutar pelos seus filhos.

Eu demorei para fazer esta resenha, porém, percebi que o timing foi perfeito. Um Mais Um nos mostra Jess, uma mulher e mãe, que faz o possível e impossível pelos seus filhos, com os limitados recursos que tem, e sempre está lá por eles. Há melhor livro para definir o amor de uma mãe no Dia das Mães?


Synopsis:

Suppose your life sucks. A lot. Your husband has done a vanishing act, your teenage stepson is being bullied and your math whiz daughter has a once-in-a-lifetime opportunity that you can’t afford to pay for. That’s Jess’s life in a nutshell—until an unexpected knight-in-shining-armor offers to rescue them. Only Jess’s knight turns out to be Geeky Ed, the obnoxious tech millionaire whose vacation home she happens to clean. But Ed has big problems of his own, and driving the dysfunctional family to the Math Olympiad feels like his first unselfish act in ages… maybe ever.

I loved this book! Each chapter is narrated by a character (Jess, Nick, Tanzie and Ed), making the story more dynamic and motivating. Each chapter read awakens in the reader the urgency to know what happens next. As I read the disasters that happened to this family I always remembered of “The Martian”.  One problem after another, but as Mark Watney, Jess always get through it..

The book focuses on the difficulties, both family, financial and labor; even more if you are a single mom.
Jess has no one to help her with the kids or with the payment of the already overdue accounts. She has several jobs and does everything to save money.
One day, a possible solution to all their problems arises. Tanzie is a genius and has the opportunity to study in one of the best schools.. if she pass a test. Without any money to make this long trip, Jess despairs and commits some mistakes.
When it seems that all is lost, Ed, one of her clients of housecleaning, appears and offers a ride. Even puzzled and doubtful, she accepts, and all run on a drive that lasts for days. Throughout this trip, several challenges arise and the characters are transformed; maturing.

We all make mistakes. Go and take your punishment, then come back and start again. Do even better next time. I know you can.

The book portrays various issues, as such, betrayal, friendship, family, problems in general and especially the generosity of strangers.
The protagonist, despite all the difficulties, do not let herself down and keep fighting. She is persevering and positive. A small obstacle can’t make it her stop following her way and fight for her children.

It took me a long time to do this review, however, I realized that the timing was perfect. One Plus One shows Jess, a woman and mother, who does everything possible and impossible for their children, with limited resources, and is always there for them. Is there a better book to describe the love of a mother on Mother’s Day?